Tribuna Expresso

Perfil

Automobilismo

Dakar: Se um azar acontece aos melhores, porque não aconteceria ao melhor de sempre?

Peterhansel abandonou devido "a dores nas costas do seu co-piloto", o ex-motard francês David Castera.

Lusa

Partilhar

O recordista de vitórias do rali Dakar, o francês Stéphane Peterhansel (MINI), abandonou esta quarta-feira a prova, após a disputa dos primeiros 26 quilómetros da nona e penúltima etapa da 41.ª edição.

De acordo com a organização, Peterhansel abandonou ao quilómetro 26 da especial com partida e chegada em Pisco, devido "a dores nas costas do seu co-piloto", o ex-motard francês David Castera.

Com 13 vitórias, repartidas por motas (seis) e automóveis (sete), Petehansel ocupava o quarto posto à partida para o dia de hoje, a 53.30 minutos do líder, o catari Nasser Al-Attiyah (Toyota), depois de já ter vencido a terceira e a sexta etapas.David Castera foi transportado ao hospital para a realização de exames complementares.