Tribuna Expresso

Perfil

Automobilismo

Dakar: Al-Attyiah vence a segunda etapa, Peterhansel é líder

O catari Nasser Al-Attyiah (Toyota) venceu, esta segunda-feira, a segunda etapa da 43.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno na categoria dos automóveis, mas foi o francês Stéphane Peterhansel (Mini) a subir ao primeiro lugar da classificação geral

Lusa

FRANCK FIFE/LUSA

Partilhar

O catari Nasser Al-Attyiah (Toyota) venceu, esta segunda-feira, a segunda etapa da 43.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno na categoria dos automóveis, entre Bisha e Wadi Ad-Dawasir, mas foi o francês Stephane Peterhansel (Mini) que ascendeu à liderança.

O piloto do Mini terminou esta etapa na segunda posição, a 2.35 minutos de Al-Attyah, que gastou 4:03.14 horas para cumprir os 700 quilómetros da tirada, 450 deles ao cronómetro.

O espanhol Carlos Sainz (Mini), que liderava à partida com oito segundos de vantagem sobre Peterhansel, concluiu a jornada na terceira posição, a 9.17 minutos do vencedor. O francês Sebastien Loeb (BRX) foi sexto na tirada de hoje, a 16.53 minutos do catari. O português Ricardo Porém (Borgward) teve um dia menos positivo, concluindo a etapa na 41.ª posição, cedendo 1:10.28 horas para o vencedor.

Na geral, Peterhansel tem, agora, 6.37 minutos de vantagem sobre Carlos Sainz e 9.14 sobre Al-Attyiah, que é terceiro. Loeb é sétimo, já a mais de meia hora do líder. Ricardo Porém caiu para 38.º, a 1:56.25 horas do primeiro.

Entre os SSV, o português Lourenço Rosa (Can-Am) foi 12.º e está em 16.º, a 1:10.31 horas do novo líder, o chileno ‘Chaleco' Lopez Contardo (Can-Am). O outro português presente, Rui Carneiro (Can-Am) já não aparece entre os pilotos classificados.

Terça-feira disputa-se a terceira das 12 etapas da prova, que termina no dia 15 em Jeddah, numa tirada com partida e chegada em Wadi Ad-Dawasir, com um total de 630 quilómetros, 403 deles de especial cronometrada.