Tribuna Expresso

Perfil

Mariana Cabral, enviada ao Euro 2016

Mariana Cabral, enviada ao Euro 2016

Jornalista

Quando disse em casa que queria ser jornalista, o pai, também ele jornalista, levou as mãos à cabeça e proibiu-a. A parvoíce levou-a a ignorar os conselhos parentais (pelo menos não fez tatuagens nem furou partes do corpo) e a licenciar-se em Ciências da Comunicação, na Nova. Estagiou n' A Bola e começou a trabalhar no Expresso em 2009 - primeiro na revista, depois no multimédia e agora no desporto. Tem a mania que percebe de bola, não só porque tem curso de treinador (UEFA B), mas porque quando não está na redação, está a treinar - Palmense, Santa Maria, Estoril e Sporting já estão no currículo (em futebol feminino). Em 2016, o CNID (Clube Nacional da Imprensa Desportiva) atribuiu-lhe o prémio Vitor Santos – Revelação Imprensa Escrita.