Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

O prometido é devido: 18 convocados e "nem mais um"

Quando deu o peito às balas e falou em "mudanças mais operacionais" no Benfica, para reagir ao que não estava bem, Rui Vitória garantira, na sexta-feira, que ia passar a convocar apenas 18 jogadores, alteração que respeitou (fazendo regressar, pelo meio, o capitão Jardel)

Lusa e Tribuna Expresso

Adam Pretty

Partilhar

Reagindo ao vai e não vai de quinta-feira que o rodeou por uma nuvem de indefinição, Rui Vitória respondera, na sexta-feira, que ia mudar algumas coisas no dia a dia do Benfica: "Falo em estratégias mais operacionais. Por exemplo, para o jogo de amanhã vão estar 18 jogadores convocados, nem mais um".

Desta forma, todos os convocados iriam para o relvado, divididos pelos 11 que jogariam e os sete que ficaram a ver, sentados no banco de suplentes - abolindo o costumeiro facto de alguém ser preterido e ter que se sentar no alto da bancada do estádio.

E o prometido foi devido. São 18 os jogadores convocados para o encontro contra o Feirense, desta tarde.

Depois de cumprir dois jogos de castigo a nível interno e um na Liga dos Campeões, o capitão Jardel regressa às escolhas do treinador Rui Vitória, sendo a única entrada na lista em relação à derrota com o Bayern Munique (5-1).

O argentino Conti, que foi titular em Munique, saiu da convocatória, tal como o guarda-redes Bruno Varela, os defesas Corchia e Lema, e o avançado Castillo.

Tal como havia anunciado na véspera, Rui Vitória apenas chamou 18 jogadores, numa lista na qual ainda não está Salvio, ainda a recuperar de uma lesão muscular na zona abdominal.

O Benfica, quarto classificado, recebe hoje, às 18h, o Feirense, 15.º, com nove, numa partida que será arbitrada por Rui Costa, da associação do Porto.

Lista de convocados do Benfica:

Guarda-redes: Svilar e Vlachodimos.
Defesas: Grimaldo, Rúben Dias, Jardel e André Almeida.
Médios: Fejsa, Gabriel, Cervi, Alfa Semedo, Zivkovic, Krovinovic, Pizzi, Rafa, João Félix e Gedson.
Avançados: Jonas e Seferovic.

  • Rui Vitória: "Foi uma decisão conjunta [com o presidente]. Depois, pela primeira vez, demos um abraço sentido"

    Benfica

    Depois de Luís Filipe Vieira afirmar uma noite de pouco sono o fez "ver a luz" e mudar de ideias em relação a Rui Vitória, o treinador do Benfica apareceu na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Feirense (18h, BTV) para falar, quase por inteiro, apenas do que aconteceu na quinta-feira. Disse que foi "uma decisão conjunta", que "era muito mais fácil" ter apanhado "um avião para outro lado", que "não foi por dinheiro" que ficou (ou deixou de ir) e garantiu uma coisa - "Quem, eventualmente, não tenha tido orgulho na equipa vai, novamente, rever-se nesta equipa"