Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

E-toupeira: Decisão de debate instrutório adiada para 20 de dezembro

A leitura da decisão instrutória do processo em que são arguidos a SAD do Benfica, o seu antigo assessor jurídico, Paulo Gonçalves estava marcada para esta quinta-feira, mas só será divulgada na próxima semana

Lusa

MANUEL DE ALMEIDA

Partilhar

A leitura da decisão instrutória do processo 'e-toupeira', em que são arguidos a SAD do Benfica, o seu antigo assessor jurídico, Paulo Gonçalves e dois funcionários judiciais, foi adiada para 20 de dezembro, disse esta terça-feira à Lusa fonte do clube lisboeta.

A sessão da leitura da decisão instrutória, na qual os quatro arguidos vão saber se vão e em que termos a julgamento, estava marcada para quinta-feira, 13 de dezembro, mas foi adiada em uma semana, para 20, com início às 14h30, no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), em Lisboa, depois de ter sido realizado debate instrutório em 3 de dezembro.

Segundo a acusação do Ministério Público (MP), Paulo Gonçalves, enquanto assessor da administração da Benfica SAD, e no interesse da SAD, solicitou a funcionários judiciais que lhe transmitissem informações sobre inquéritos, a troco de bilhetes, convites e 'merchandising'.