Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Rui Vitória: "Foi um jogo atípico. Não me lembro de ver dois auto-golos do Benfica. Estes erros pagam-se caro"

O treinador do Benfica, após a derrota (2-0) em casa do Portimonense, assumiu, na flash-interview, que "não foi um jogo bem conseguido" e classificou-o como "atípico", devido aos dois auto-golos. Rui Vitória disse ainda que "não há muita explicação em relação às mudanças de estar" entre este e o jogo com o Braga, em que a equipa goleou

Tribuna Expresso

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Partilhar

O que se passou?

"A análise, nestas alturas, pouco há a dizer. Em competição, estes erros pagam-se caros e quando sofremos dois golos da forma como sofremos, isso paga-se,. Cometemos dois deslizes, o Portimonense não tinha ido praticamente à nossa baliza e estes erros pagam-se caro. Fomos à procura do jogo, mas acabámos por ficar limitados com a expulsão do Jonas.

Há que assumir que não foi um jogo bem conseguido, há que melhorar, há que ter a noção de que o que fizemos não foi bom e em alta competição, a concentração tem que ser máxima."

A goleada ao Braga e agora esta derrota

"Foi um jogo atípico. Não me lembro de ver dois auto-golos do Benfica, isso acaba por ser atípico. A equipa vem cheia de vontade e de motivação, sofre um golo e, logo a seguir, sofre outro, quase do nada. Foi muito condicionante, não há muita explicação em relação às mudanças de estar nos dois jogos."

Os assobios e lenços brancos

"Isso é percetível pelas pessoas. O futebol são emoções e, nessas alturas, é evidente que não estão para raciocinar. As emoções falam mais alto, é compreensível e percebemos perfeitamente."