Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Luís Filipe Vieira atira-se a Fábio Veríssimo: "Esse homem não pode apitar mais"

Presidente do Benfica muito crítico para com o VAR Fábio Veríssimo após a derrota dos encarnados na meia-final da Taça da Liga frente ao FC Porto, por 3-1. Diz ainda que há árbitros que estão condicionados e que sofreram ameaças e que não há vontade de descobrir a verdade

Tribuna Expresso

NurPhoto/Getty Images

Partilhar

Foi um Luís Filipe Vieira ao ataque aquele que apareceu na zona mista do Estádio Municipal de Braga, depois do Benfica perder por 3-1 frente ao FC Porto, num jogo com vários casos de arbitragem.

"O que se passou hoje é algo que nos deixa bastante preocupados. Debaixo desta nuvem de fumo, de emails, de Mala Ciao, quero dizer-vos que quando assistimos a um homem que está com câmaras de televisões à frente, que é árbitro, que não consegue distinguir numa televisão se é fora de jogo ou não, se há falta ou não no primeiro golo, esse homem não pode apitar mais. E tem a lata de anular o primeiro golo ao Benfica, felizmente o árbitro teve a coragem de o validar", atirou.

"Hoje, na dúvida, é fácil castigar o Benfica. Ainda hoje perdemos o Rui Costa, que foi expulso. Já nos tiraram o Tiago Pinto, o Rui Costa... E depois assistimos o que é um banco de um lado e o outro do adversário. Da nossa parte qualquer pessoa que é expulsa, é castigada severamente e assim vamos passando e distraindo", continuou.

"Eu já fui a um Conselho de Arbitragem e tive a ousadia de dizer ao presidente que a culpa é deles, basta ver a história dos e-mails. Há árbitros que foram escorraçados. E há árbitros, eu sei e o José Fontelas sabe, que estão condicionados porque foram ameaçados, eles e as famílias. Não querem descobrir a verdade não sei porquê. Aqui não podemos ter papas na língua. Ninguém nos vai vergar e hoje ficou aqui demonstrado em campo aquela equipa que era para abater, levantou-se novamente, foi para dentro de campo e deu show de bola nos primeiros 30 minutos", disse ainda o presidente do Benfica.

A intervenção de Vieira acabou com palavras aos adeptos dos encarnados: "Digo aos nossos adeptos que acreditem, que a nossa equipa vai crescer muito mais e não vai ser preciso reforços, como muita gente anda aí a falar. Isso há cá dentro desta casa, não é preciso virem de fora. Se acreditarem, se estivermos unidos... porque qualquer benfiquista tem de entender isto: nós temos um chapéu por cima de nós que é a bandeira do Benfica. E quem não acreditar, quem não respeitar, não deve pertencer à nossa família".

"Todos nós temos falhas, eu tenho falhas, qualquer ser humano falha, mas neste caso concreto do apoio ao Benfica, o chapéu que está por cima é uma bandeira e essa bandeira é que eu tenho de defender. E digo-vos, tenho um orgulho muito grande em ser benfiquista e cada vez mais tenho orgulho naquilo que conseguimos, que é invejado por muita gente, mas fiquem cientes disto: nós vamos crescer mais, vamos fazer mais e vamos ganhar muito mais", concluiu.