Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Bruno Lage: "Ontem o Rúben Dias era o pior do Mundo e hoje o Ferro é o melhor do Mundo. Temos de caminhar, errar, seguir em frente"

Benfica joga no domingo com o Moreirense e Bruno Lage recusa a pressão após o empate da última jornada em casa frente ao Belenenses

Lusa

JOSÉ SENA GOULÃO

Partilhar

O treinador do Benfica, Bruno Lage, afirmou este sábado que o principal objetivo para o jogo com o Moreirense passa pela conquista dos três pontos para manter a liderança da I Liga de futebol.

Em conferência de imprensa de antevisão ao encontro ao encontro da 26.ª jornada, Bruno Lage apontou o Moreirense como a "equipa sensação" da competição, até porque venceu os ‘encarnados' na primeira volta, por 3-1, motivo pelo qual espera grandes dificuldades, tecendo mesmo elogios ao treinador Ivo Vieira.

"É uma equipa que tem excelente organização, bons valores, bom treinador, está a fazer um trabalho fantástico, como já tinha feito no Estoril Praia. Tem mostrado um jogo de enorme qualidade, é um adversário muito competente. Temos de estar muito fortes para vencer os três pontos", afirmou.

O empate diante do Belenenses (2-2) na última segunda-feira, para a 25.ª jornada, retirou a liderança isolada da I Liga ao Benfica, mas isso não desviou o foco de Bruno Lage que confia em todos os jogadores do plantel.

"Amanhã [no domingo] temos de dar a resposta em campo. Nunca podemos olhar para o passado. Temos de olhar para o presente. Esta é uma atividade do dia a dia. Ontem o Rúben Dias era o pior do mundo e hoje o Ferro é o melhor do mundo. Temos de caminhar, errar, seguir em frente. É como a vida", salientou.

Questionado sobre se vai entrar pressionado em campo, Bruno Lage sustenta que nenhuma das equipas que luta pelo título nacional tem margem de erro.

"Quem pode errar neste momento? Ninguém pode. [Para] quem quer vencer, a margem de erro é mínima. Colocamos uma enorme pressão na nossa forma de jogar. Para vencer jogos temos de jogar bem. Por isso, pressão é relativa", disse.

No que toca à chamada de João Félix à seleção portuguesa, Bruno Lage foi parco em palavras.

"É a consequência do trabalho e também daquilo que o selecionador tem feito. Ele olhou para o percurso de João Félix e não apenas para estes jogos. É uma chamada natural para um jovem que tem conseguido o seu espaço", rematou.

O Benfica, que lidera a I Liga com os mesmos 60 pontos do FC Porto, visita o Moreirense, quinto, com 42, no domingo, às 17:30.