Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

“Ajoelhei-me, foi um desabafo, passei por muito. O importante é manter o fogo”

Samaris, à SportTV, em bom português, após a vitória por 3-2 diante do Rio Ave que deixa o Benfica apenas um ponto do 37.º título

Tribuna Expresso

Carlos Rodrigues

Partilhar

O fogo

“É uma vitória numa final. Já contamos as finais desde o jogo do Porto, em que assumimos a liderança. Estamos a contar as finais, e foi mais uma vitória. É mais um passo para nos aproximarmos do nosso objetivo. Foi uma vitória sofrida, jogámos contra uma equipa muito forte, principalmente em casa, e vimos que o nosso adversário direto aqui empatou há duas jornadas. O que é importante neste momento é manter o fogo como está, manter os pés no chão, e ganhar o último jogo para sermos campeões.”

Ajoelhado

“Foi uma mistura de emoções [ter-se ajoelhado no relvado no fim do jogo], foi um desabafo, ajoelhei porque depois do apito final passou muita coisa na minha cabeça desta época, e foi uma forma de agradecer a minha vida a todos os que me ajudaram para estar nesta equipa, e eu fico muito feliz pela equipa ter ganho, e por poder ajudar a equipa a chegar ao objetivo”.

Ganhar

“O Benfica pensa em ganhar ao Santa Clara, e mesmo que fossemos campeões agora queríamos ganhar o último jogo. Nós queremos sempre ganhar, seja no campeonato seja nas outras competições amigáveis até. É a mentalidade do Benfica, vem da formação e vai continuar até à equipa principal”.