Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

A resposta do PS ao Benfica: “As opiniões de Ana Gomes refletem apenas uma posição própria e pessoal”

Carlos César, presidente do PS, respondeu à carta de Luís Filipe Vieira escrevendo, apenas, que o partido não tomou qualquer posição institucional e que as opiniões de Ana Gomes apenas vinculam a própria. Em causa estão declarações da antiga eurodeputada em relação à transferência de João Félix para o Atlético de Madrid, que foram questionadas pelo Benfica, em carta a que a Tribuna Expresso teve acesso

Diogo Pombo

Carlos César, presidente do Partido Socialista

Tiago Miranda

Partilhar

Luís Filipe Vieira quis saber qual a posição que o PS tomava quanto às declarações de Ana Gomes e a posição do partido é que, no fundo, não tem uma. Na carta com que respondeu ao presidente do Benfica, a que a Tribuna Expresso teve acesso, Carlos César escreveu que o PS "não tomou qualquer posição institucional sobre o assunto objeto dessas informações".

O PS, aliás, já confirmara que respondera ao Benfica, embora sem especificar em que data o fez.

Na carta redigida pelo presidente do PS consta que "as opiniões da Drª Ana Gomes refletem apenas uma posição própria e pessoal que, tal como em muitos outros casos, não vincula o Partido Socialista".

Recorde-se que Ana Gomes escreveu no Twitter, a 27 de junho, seis dias antes de João Félix ser confirmado no Atlético de Madrid, um tweet sobre a transferência - "Não será negócio de lavandaria?" - e o presidente do Benfica quis saber se o PS apoiava, ou repudiava, esta declaração.