Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

A reação do Benfica: “O compromisso na descoberta da verdade”

Os encarnados reagem em comunicado ao facto de terem sido definitivamente ilibados do caso E-Toupeira

Tiago Miranda

Partilhar

O Benfica tinha prometido reagir ao anúncio oficial de que estava ilibado definitivamente do caso “E-Toupeira” e fê-lo sob a forma de um curto comunicado em que garante “a licitude dos seus atos e comportamentos, e reitera perante os seus sócios, adeptos e simpatizantes o compromisso da serenidade, confiança e determinação na defesa do seu bom-nome e na descoberta da verdade”.

A Benfica SAD não irá a julgamento após o juiz Rui Teixeira não ter dado provimento ao recurso apresentado pelo Ministério Público que tentava reverter a decisão de Ana Peres de ilibar a estrutura encarnada deste processo. Segundo o acórdão a que o Expresso teve acesso, Rui Teixeira considerou que o MP falhou nas investigações à SAD, não conseguido criar provas indiciárias de que Paulo Gonçalves, ex-assessor jurídico do clube, estaria a agir ao abrigo ou com conhecimento dos administradores.

E-Toupeira: juiz critica Ministério Público por não ter investigado SAD do Benfica

Rui Teixeira diz que a investigação seguiu um “raciocínio tipicamente policial” e que o MP não conseguiu provas para acusar a SAD encarnada, porque se baseou no “parece que”, “suponhamos” ou “é da experiência comum”

Leia o comunicado na íntegra:
“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD ("Benfica SAD") e os seus mandatários tomaram hoje conhecimento do acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa que veio confirmar a decisão da Juiz de Instrução Criminal, no sentido de não pronunciar a Benfica SAD por todos os crimes de que vinha sendo acusada pelo Ministério Público no âmbito do processo vulgarmente conhecido por e-toupeira.
A decisão judicial de hoje é definitiva.

Recorda-se que desde a primeira hora – e em todas as investigações judiciais em que foi envolvida – a Benfica SAD e seus mandatários sempre manifestaram total confiança nas decisões da Justiça e sempre colaboraram com as instituições na descoberta da verdade, respeitando essas instituições e não comentando materialmente as decisões judiciais.

A Benfica SAD reafirma, como sempre o fez, a licitude dos seus atos e comportamentos, e reitera perante os seus sócios, adeptos e simpatizantes o compromisso de serenidade, confiança e determinação na defesa do seu bom-nome e na descoberta da verdade.