Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

O que tem, então, Rafa?

O Benfica esclarece a lesão do extremo português que foi dispensado da Seleção

Lusa

Gualter Fatia

Partilhar

O extremo Rafa, que foi hoje dispensado dos trabalhos da seleção portuguesa de futebol, está a contas com uma tendinopatia no adutor à esquerda, esclareceu o Benfica na sua página oficial.

"Em face do seu quadro clínico, o camisola 27 das 'águias' – que fora chamado pelo selecionador Fernando Santos para os próximos dois jogos de Portugal (frente a Luxemburgo e Ucrânia) na fase de qualificação para o Campeonato da Europa de 2020 – conheceu dispensa oficial da convocatória", pode ler-se ainda na nota 'encarnada'.

A Federação Portuguesa de Futebol já tinha dispensado o jogador de 26 anos, um dos campeões europeus de 2016, numa nota anterior em que dá Rafa como "indisponível" pela Unidade de Saúde e Performance.

A FPF não divulgou se o selecionador Fernando Santos irá chamar algum jogador para render a ausência do extremo do Benfica, que tem 17 jogos e nenhum golo por Portugal.

A seleção portuguesa concentra-se esta noite, tendo em vista a dupla jornada com Luxemburgo e Ucrânia, que pode confirmar o apuramento direto para a fase final do próximo Europeu.

Os campeões europeus recebem o Luxemburgo em 11 de outubro, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, e deslocam-se a Kiev no dia 14, para defrontar a Ucrânia, que lidera o grupo B.

Em caso de vitória nos dois jogos, e se a Sérvia não vencer na Lituânia, também no dia 14, Portugal garante logo um lugar na fase final do próximo Europeu e mantém-se na luta pelo primeiro lugar do grupo com os ucranianos.