Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Bruno Lage: "Ao presidente posso garantir que têm aqui um homem trabalhador. Chego todos os dias às 8h e saio às 19h ou às 20h"

Treinador do Benfica defendeu o seu trabalho no final de uma semana marcada pela eliminação do Benfica da Liga dos Campeões. Este sábado, a equipa da Luz joga com o Marítimo

Tribuna Expresso

Rafael Marchante

Partilhar

Saída da Champions

“Desde o início da época que a nossa ambição é construir uma equipa para chegar o mais longe possível e passar a fase de grupos. O que digo aos adeptos é que o treinador tenta colocar sempre o melhor onze para cada jogo e a cada dia trabalhamos de forma séria e honesta para que o Benfica que se viu no último jogo seja uma constante, seja em termos nacionais como internacionais. É a minha forma de trabalhar”

Melhoria salarial em causa?

“Pode ser, corta-me um bocado o bolo, em vez de ser um aumento de quatro ou cinco vezes maior é só um e meio. Mas se vocês hoje não fizer um bom trabalho, se não cumprir os objetivos por um dia, não recebe o vencimento por inteiro? Vai receber metade? Ao presidente e a toda a estrutura posso garantir que têm aqui um homem trabalhador, chego todos os dias às 8h e saio às 19h ou às 20h da noite. Às vezes os adeptos ficam à minha espera e não me conseguem ver porque estou a trabalhar. Desde o primeiro dia prometo ser trabalhador, sério e tomar as melhores decisões”

Marítimo e os triunfos fáceis do Benfica nos últimos anos

“Essas são análises que não faço. Da mesma forma que quando preparo um jogo de Liga dos Campeões não olho para o facto de nos últimos 3 ou 4 anos a equipa ter duas ou três vitórias. Cada momento e cada jogo tem a sua história e os momentos são diferentes ao longo da época. Temos de olhar para o que nos tem acontecido: depois de uma boa entrada no campeonato, nos últimos tempos não temos sido tão consistentes. Vieram jogadores novos e temos de procurar fazer com que a dinâmica de todos seja a dinâmica da equipa e que ela tenha a consistência dos primeiros dois meses desta época”