Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Bruno Lage falou sobre Weigl: “É um médio com uma enorme capacidade de construção e vai trazer-nos muitas soluções para aquela posição”

Na antevisão ao jogo, teoricamente, bastante complicado em Guimarães (sábado, 20h30, Sport TV1), o treinador do Benfica disse que o reforço alemão "vai ao encontro" do que pretende para a equipa, mas não falou sobre se a vinda de Weigl implicará, ou não, a saída de algum médio do plantel que Bruno Lage quer "curto, competitivo e equilibrado"

Tribuna Expresso

FILIP SINGER

Partilhar

O Ano Novo

"Primeiro que tudo, desejar-vos a todos um Bom Ano. É o momento de olharmos para o conta quilómetros, carregarmos no botão e começarmos tudo do zero. Não muda a nossa maneira de estar, mas é um recomeço difícil, jogar contra o Vitória. A paragem traz coisas boas, como a oportunidade para nos juntarmos com as famílias e descansar, mas, estar algum tempo sem treinar pode condicionar um pouco. Mas, pelo que foi o nosso regresso ao trabalho, a equipa está concentrada e motivada para voltar às boas exibições e às vitórias."

A contratação de Julian Weigl

"É um grande jogador que se junta a uma grande equipa, recheada de grandes jogadores. É um médio com uma enorme capacidade de construção e vai-nos trazer muitas soluções para aquela posição. Acredito que vai ao encontro do que pretendemos para a equipa, a construir a partir de trás, a ter o domínio, a ter bola, e ele tem essas características. Tem bom posicionamento defensivo e é forte nas transições. É um médio de grande valor e sentimos que fizemos uma grande contratação."

O que lhe disse?

"Nada de especial. Disse-lhe bem-vindo, fiz as devidas apresentações e apenas isso."

Mudança de paradigma?

"Desde que cheguei que digo sempre a opinião sobre o plantel - curto, competitivo e equilibrado. O Benfica tem que olhar para o que é, primeiro, a nossa academia e o trabalho que fazemos na formação. Temos que olhar para tudo, a nossa formação, as oportunidades de mercado nacionais, como o Chiquinho, ou internacionais, como foi o Vinícius ou agora o Julian. Temos que criar um plantel para sermos competitivos nas várias provas que temos pela frente. Conseguimos convencê-lo a vir jogar para o campeonato português e estamos felizes."

Há um excesso de médios? Vai sair alguém?

"Não é obrigatório. O importante é o clube estar feliz com o rendimento dos jogadores e perceber a felicidade dos jogadores. Queremos ter um plantel mais curto e temos capacidade de ter jogadores que possam desempenhar várias funções. Temos que tirar o melhor partido dos jogadores e que eles sintam oportunidade de jogar."

O Vitória e Ivo Vieira

"Não é surpresa o que o Vitória tem estado a fazer. Já os defrontámos na Taça da Liga, foi um jogo muito competitivo, tive oportunidade de ver muitos jogos do Vitória e é sempre uma equipa com enorme organização, muito competitiva, sempre com vontade de ter a bola e colocar problemas ao adversário. Quando não tivermos a bola vamos ter que anular o poderio ofensivo do nosso adversário. Será um jogo num estádio com ambiente difícil e competitivo e teremos a top para termos a reentrada que queremos nas competições."

Gedson vai sair?

"Desde que sou treinador da equipa A que os jogadores do Benfica são apontados a vários clubes e isso revela o trabalho que fazemos em casa e a qualidade dos jogadores. Não tenho nada a acrescentar sobre esse assunto. A felicidade das várias partes é muito importante e, até agora, o Gedson não falou comigo sobre esse assunto e não sei de nada."