Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Bruno Lage, a intensidade, Rafa e os coelhos da cartola

Treinador do Benfica frisou que a importância da entrada de Rafa numa altura "em que o jogo pedia". Lage acredita que a vitória por 2-0 em Alvalade foi "justa" e que deixa os encarnados numa posição "mais confortável"

Tribuna Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA/Getty

Partilhar

Intensidade

“Aconteceu o que nós prevíamos. Primeiro ponto fundamental: ritmo de jogo alto, intensidade alta e pressão forte na frente. O Sporting constrói bem, no interior e nas alas, e isso foi a nossa mais-valia, jogar como equipa, com intensidade, com e sem bola. Vitória justa, mas são apenas três pontos que nos deixam com uma diferença mais confortável”

Entrada de Rafa

“Seria bonito vir para aqui dizer que tirámos coelhos da cartola e que resultaram… nós fazemos as alterações que os jogos pedem. Havia espaço entre linhas que podíamos aproveitar. O Chiquinho faz bem isso, o Pizzi também e temos o Rafa preparado para essa possibilidade. Tínhamos esse espaço e aproveitámos”

O que gostou mais

“O que gostei mesmo foi o facto de sermos uma equipa e de termos colocado intensidade e uma qualidade fantástica em termos coletivos”