Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

“O que me tira do sério é os dirigentes do Sporting justificarem-se sempre com o Benfica, presidentes incluídos”

Alcino António, histórico dirigente do Benfica, no clube desde 1987, em entrevista a "A Bola", arrasa Rui Gomes da Silva e o secretário de Estado do Desporto. E garante que os encarnados nunca terão uma relação além da profissional com os "interlocutores" do FC Porto e Sporting. Sobretudo com estes últimos

CARLOS COSTA

Partilhar

A crise

"Ninguém no mundo do futebol, no empresarial ou em qualquer país está preparado [para enfrentar a crise]. Todavia, com lamentações, choradinhos, chicos espertos e oportunistas é que não vamos lá. Lembro que o Benfica já passou por muitas crises".

Aproximação a Sporting e FC Porto

"Em termos profissionais tem sempre havido entendimento entre os clubes. Pessoalmente, não acredito em aproximações de outra natureza, porque conheço os nossos interlocutores e, infelizmente, acho que não é possível. O que me tira do sério enquanto benfiquista é que qualquer dirigente do Sporting - mesmo presidentes quando se dirigem a sportinguistas nas entrevistas - tem sempre de justificar-se com o Benfica. Ao longo da história tem havido episódios muito difíceis de gerir e engolir".

O secretário de Estado

"Será que imaginamos as dificuldades que todos estão a passar? E os da Liga 2? Com certeza o secretário de Estado do Desporto está atento e a trabalhar com todos os organismos que tutelam o Desporto. Ou será que foi demitido e não sabemos? Ou demitiu-se, como sempre tem feito ao longo dos anos em que faz parte deste Governo?"

Rui Gomes da Silva

"Primeiro, esse candidato, que não sei se será candidato, disse e escreveu que Luís Filipe Vieira era o melhor presidente da história do Benfica. E também que nunca seria candidato contra Luís Filipe Vieira. Em que ficamos? Depois de ter saído da direção, tudo o que foi feito só merece crítica. Quando estava na SAD era o primeiro a concordar com as decisões. Alguma vez se recusou a assinar atas? É candidato apenas a atacar o Benfica".