Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Veríssimo sem pressão: “Pode não acreditar, mas eu nem sabia que o FC Porto jogava antes de nós”

Técnico interino do Benfica sacudiu as preocupações com o jogo do FC Porto, que na quinta-feira já se pode sagrar campeão. Mas isso só acontecerá se o Benfica perder em Famalicão. "Nós sabemos o que temos de fazer e o objetivo passa por ganhar os quatro jogos da Liga: E é com esse espírito que vamos para o jogo de quinta-feira"

Tribuna Expresso

Picture Alliance

Partilhar

Semana positiva

"A cara de quem ganha é sempre melhor do que a cara de quem não ganha. Obviamente que uma vitória traz outra forma de estar ao dia a dia de uma equipa. Foi o que aconteceu connosco nestes dias"

Próxima época é possibilidade?

"Não foi colocado e neste momento penso que não faz sentido. O que nos foi colocado foi uma tarefa de orientar a equipa nestes jogos que faltam, até à final da Taça e o foco tem de estar aí".

Jorge Jesus

"Eu percebo essa questão, mas vou-lhe ser sincero, não é uma área de questão que me diga respeito e volto a dizer que aquilo com que nos temos de preocupar é com os jogos da liga que nos faltam mais o jogo da Taça de Portugal"

Pressão por o FCP jogar primeiro?

"Pode não acreditar mas eu nem sabia que o FC Porto joga antes de nós. Isto para dizer que nós sabemos o que temos de fazer e o objetivo passa por ganhar os quatro jogos da Liga. E é com esse espírito que vamos para o jogo de amanhã, independentemente do que possa acontecer à margem disso. O foco é ganhar os próximos quatro jogos porque a história do clube assim o obriga"

Mudanças nas dinâmicas?

"A gestão da equipa vai ter de ser feita dia a dia e jogo a jogo, em função do momento, das lesões. Não queria repetir-me, mas estive integrado numa equipa técnica que tinha determinada forma de trabalhar e uma ideia de jogo com a qual eu me identifico. Obviamente que a linha de raciocínio será a mesma, complementada com uma ou outra dinâmica em função dos jogadores que tenhamos à disposição e do adversário"

Famalicão

"O Famalicão tem uma forma de jogar de equipa grande, é uma equipa que gosta de ter bola, de ocupar os espaços na amplitude máxima do campo e isso em alguns momentos pode desequilibrar a equipa do Famalicão. Obviamente que foi um dos aspectos que tivemos em conta e que poderemos procurar explorar amanhã. Mas volto a dizer que o Famalicão é uma equipa bem organizada, com uma ideia de jogo bem definida e colectivamente são muito fortes. E olhando para os resultados de equipas que já lá passaram, nomeadamente o FC Porto e o Sporting para antevermos um jogo difícil para nós. Mas acreditamos que amanhã iremos fazer um bom jogo"