Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Contra o “Benfica dos negócios obscuros, dos processos judiciais e da falta de resultados”, Rui Gomes da Silva é oficialmente candidato

Antigo vice-presidente de Luís Filipe Vieira apresentou esta quinta-feira a candidatura às eleições do Benfica, em outubro. A luta pela Liga dos Campeões, limitação de mandatos e o investimento nas modalidades são algumas das promessas

Tribuna Expresso

Partilhar

Sob o lema “O Benfica é Nosso”, Rui Gomes da Silva apresentou-se oficialmente como candidato às eleições do Benfica, em outubro. O ex-vice de Luís Filipe Vieira junta-se na corrida ao atual presidente, a João Noronha Lopes e a Bruno Costa Carvalho.

“Apresento-me nestas eleições com um objetivo muito claro: o de devolver o Sport Lisboa e Benfica aos seus verdadeiros donos, os sócios”, começa por dizer o candidato no vídeo de apresentação.

“Vamos lá recuperar o Benfica dos benfiquistas, por oposição ao atual Benfica dos negócios obscuros, dos processos judiciais e da falta de resultados. Vamos recuperar o bom nome do Benfica e a credibilidade e o rigor nas contas, a seriedade da governação, a identidade do clube”, diz também Rui Gomes da Silva, que promete um Benfica no “caminho para a vitória nos grandes títulos europeus”.

“Investir num projeto desportivo que nos coloque na luta pela vitória na Liga dos Campeões, em futebol masculino, mas também em futebol feminino. Em futsal, em hóquei em patins. E que nos dê a hegemonia no futebol em Portugal”.

No futebol, Rui Gomes da Silva promete ainda aposta na formação, a retenção e contratação de outros talentos”. Tal como Noronha Lopes, quer uma mudança nos estatutos, com limitação de mandatos e mecanismos de avaliação de desempenho da direção. Quer ainda a internacionalização do clube, “em mercados estratégicos, nos países da diaspora de língua oficial portuguesa”. O antigo dirigente quer ainda um maior investimento nas modalidades.