Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Fernando Seara defende Costa: “A liberdade de expressão e a de adesão não estão nem confinadas nem congeladas”

Advogado diz ao Expresso não gostar de injustiças e insurge-se contra as críticas ao apoio de António Costa a Luís Filipe Vieira na sua recandidatura à presidência do Benfica

Paula Santos e Miguel Prado

João Lima

Partilhar

O advogado Fernando Seara, um dos membros da comissão de honra da candidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Sport Lisboa e Benfica, saiu este sábado em defesa do primeiro-ministro, António Costa, e do seu direito a manifestar o seu apoio a Vieira.

“Fui mandatário de Luís Filipe Vieira há alguns anos. E nunca ignorei as relações que tinha com o Dr. António Costa. Sem que eu confundisse a relação comum com o Benfica com as opções que cada um assumia, e legitimamente, para além do Benfica. E saber perceber a diferença é essencial nestes tempos. Em que a liberdade de expressão e de adesão não estão nem confinadas nem congeladas”, afirma Fernando Seara numa declaração enviada ao Expresso.

“A pandemia é perturbante. De repente não é possível ter opinião, dar apoio ou integrar movimentos de apoio”, lamenta o antigo deputado do PSD e ex-presidente da Câmara Municipal de Sintra.

“Mesmo que alguns aproveitem um sábado com sabor a trovoada para perturbarem apoios pessoais a uma candidatura à liderança do Benfica, como tenho memória, e não gosto de injustiças, aqui deixo estas palavras”, declara Fernando Seara.

O advogado é um dos cerca de 500 nomes que integram a comissão de honra de Luís Filipe Vieira, juntamente com outros destacados políticos, entre os quais António Costa e o atual presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, como o Expresso noticia este sábado.