Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

João Noronha Lopes: "Em junho fui convidado por Luís Filipe Vieira para ser vice-presidente da sua direção"

Rival do atual presidente do Benfica nas eleições de outubro, o gestor confirma que foi abordado por Vieira em junho, quando surgiram as primeiras notícias sobre a sua possível candidatura. E que negou o convite, num almoço entre ambos

Tribuna Expresso

TIAGO PETINGA/LUSA

Partilhar

João Noronha Lopes confirmou esta quarta-feira que esteve num almoço com Luís Filipe Vieira em junho, em que lhe foi proposto um lugar de vice-presidente na direção do atual presidente dos encarnados. A notícia avançada pelo diário "Record".

"No passado mês de junho fui convidado por Luís Filipe Vieira para ser vice-presidente da sua direção. Primeiro por contacto telefónico e depois, apesar da minha nega, através de um contacto pessoal", diz o candidato numa declaração através das redes sociais.

Noronha Lopes diz ainda que disse a Vieira que "nunca o apoiaria e que nunca faria parte da sua lista" e que, apesar dessa nega, Luis Filipe Vieira garantiu-lhe que teria um lugar na sua lista quando quisesse.

"Talvez esperando que a estratégia que já usou no passado para anular alguns opositores, resultasse comigo. Não resulta. Eu não cedo a esses convites", sublinha, numa declaração em que impeliu ainda Luís Filipe Vieira a debater com os restantes candidatos às eleições de outubro.

Leia aqui a declaração completa de Noronha Lopes:

Caros Benfiquistas!

Vieram hoje a público notícias segundo as quais eu teria tido um almoço com Luís Filipe Vieira antes de ter anunciado a minha candidatura. É verdade!

No passado mês de Junho fui convidado por Luís Filipe Vieira para ser vice-presidente da sua direcção. Primeiro por contacto telefónico e depois, apesar da minha nega, através de um contacto pessoal.

Nesse almoço, olhos nos olhos, tive oportunidade de dizer a Luís Filipe Vieira que nunca o apoiaria e que nunca faria parte da sua lista. E as razões que levaram à minha recusa são as mesmas que me levaram a candidatar-me a presidente do clube. Chegámos ao fim de um ciclo e precisamos de virar a página.

Queremos um Benfica que seja mais ambicioso e que se foque no sucesso desportivo. Queremos um Benfica que coloque os sócios no centro da vida do clube. E queremos um Benfica muito mais transparente e muito mais credível.

Apesar dessa nega, Luis Filipe Vieira garantiu-me que teria um lugar na sua lista quando quisesse, talvez esperando que a estratégia que já usou no passado para anular alguns opositores, resultasse comigo. Não resulta. Eu não cedo a esses convites.

Por isso, reafirmo aqui aos Benfiquistas: estou nestas eleições para ganhar, estou nestas eleições para lutar por aquilo que acho serem os superiores interesses do nosso clube.

E volto a fazer daqui o desafio ao candidato Luís Filipe Vieira: não se esconda, venha debater com todos os candidatos. Não por respeito aos candidatos, mas por respeito aos sócios do nosso clube.