Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

João Noronha Lopes: "Fizemos tudo para mostrar que é possível lutar por um Benfica diferente, mais próximo da sua essência e mais ambicioso"

No discurso da derrota, o candidato da Lista B, que terminou no segundo lugar com 34,71% dos votos, disse que "a semente de um Benfica novo está plantada" e pediu "a todos os jovens que conservem a esperança" para serem "opções para um futuro assente em transparência, credibilidade e ambição". E revelou que tem um compromisso com a família de que esta seria a única eleição a que se iria candidatar, mas "vamos ver"

Tribuna Expresso

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Partilhar

"Sou do Benfica e isso me envaidece. E estou aqui hoje depois de uma intensa caminhada que culminou na eleição mais votada na história do Benfica. A minha palavra vai para todos os sócios que encheram as ruas e esperaram horas a fio para poderem votar. Foi uma grande lição de participação e de benfiquismo, que nos faz a todos ficarmos orgulhosos por fazermos parte do melhor clube do mundo.

Quero também deixar uma palavra aos outros candidatos, que enriqueceram o debate e a troca de ideias. Quero fazer alguns agradecimentos. O primeiro, para a minha fantástica equipa que me acompanhou desde o primeiro dia. Quero agradecer à lista que muito me honrou por fazer parte desta jornada. Quero, principalmente, agradecer aos mais de 1.000 voluntários que ajudaram nesta campanha, espalhando com o seu entusiasmo o benfiquismo por este país inteiro, e aos milhares que votaram em mim.

Permitam-me um agradecimento especial ao meu pai, que é o culpado disto, e à minha família, à minha mulher que me deu forças para avançar e aos meus filhos, que não me largaram a beira e fizeram parte desta campanha. Obrigado a todos.

Esta foi uma experiência que reforçou ainda mais o enorme amor que tenho pelo Benfica. Porque o meu pai ensinou-me que somos benfiquistas nas vitórias, mas ainda mais benfiquistas nas derrotas. Por isso hoje sinto que sou ainda mais benfiquista nesta campanha memorável. Estou muito orgulhoso do caminho que percorremos. Foi uma campanha curiosa. Fizemos tudo para mostrar que é possível lutar por um Benfica diferente, mais próximo da sua essência e mais ambicioso.

Apesar de não ser o resultado que desejámos, tenho a certeza que esta não foi uma luta perdida e a tremenda expressão da massa associativa diz-nos que o Benfica está vivo e que ninguém pára o Benfica.

Gostava que ao longo desta campanha tivéssemos encontrado a mesma postura por parte de quem competia zelar por este importante momento do clube. Ao longo dos meses, fizemos sucessivas tentativas para esclarecer questões junto do presidente da MAG que visavam salvaguardar o ato eleitoral e valorizar ainda mais a expressão do seu vencedor. Infelizmente não foi isso que aconteceu, o que lamentamos.

Mas, para mim, os interesses do Benfica estão acima de tudo. O clube que amo desde criança, que me enche a alma e me dá alegrias, e também algumas noites mal dormidas, virá sempre primeiro. Muitos jovens votaram pela primeira vez, a semente de um Benfica novo está plantada, sei que, a partir de agora, muitos serão sentinela. Muitos se irão voluntariar para se afirmarem como opções para um futuro assente em transparência, credibilidade e ambição.

Por isso, peço a todos esses jovens que conservem a esperança, que não esmoreçam no amor e dedicação ao nosso clube. O futuro é deles e o Sport Lisboa e Benfica também é deles. Fiz a minha parte e os que se juntaram a mim fizeram a sua. Já tive oportunidade de ligar ao presidente Luís Filipe Vieira para o felicitar pela vitória. E com uma certeza: mesmo com o atual presidente, nada será como dantes. Com esta mudança, com este grau de exigência, será o nosso querido clube que ganhará. E quando ganha o Benfica, ganhamos todos.

Amanhã é outro dia, é dia de jogo, voltarão os cachecóis e voltaremos aos nossos lugares. Apoiaremos o Benfica e vamos ganhar. Viva ao Benfica."