Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Benfica

Jorge Jesus: "É natural que você não saiba o que é muita qualidade de jogo. Na 1ª parte foi impressionante a forma como jogámos"

A análise de Jorge Jesus à vitória do Benfica na Madeira (1-2), em declarações à SportTV

Tribuna Expresso

HOMEM DE GOUVEIA

Partilhar

Vitória sem qualidade?

"Não tenho a mesma opinião... É natural que você não saiba o que é muita qualidade de jogo. Mas o jogo foi com um Benfica durante uma hora, até fazer o 2-1, com muita qualidade. Na 1ª parte foi impressionante a forma como jogámos em ataque posicional e com qualidade. Depois do 2-1, aí sim, deixou de ser a equipa que jogou até aí. Passou a ser uma equipa emocionalmente a defender o resultado. O campo estava difícil para jogar, mas o Benfica enquanto pôde, jogou com qualidade. Este resultado é importante, ganhando é sempre bom. Isto num campo difícil, diante de um adversário que ganhou no Dragão ao nosso rival.

É uma demonstração do que Marítimo quando joga, quando quer, joga bem. Mas o Marítimo não precisa de fazer isto. Um antijogo constante. Aquilo que ouvi dizer é verdade. Enquanto não perde, não quer jogar. O guarda-redes no chão, quebras no jogo constantes, sempre a mandarem-se para o chão. Isto não é qualidade para que se possa jogar no campeonato português. Depois, quando se viram a perder, aí quiseram jogar e até jogaram melhor do que nós, nos últimos 10 minutos. O fundamental foi a vitória, num estádio muito bonito, com muita qualidade do Benfica durante uma hora".

O erro de Otamendi que deu origem ao golo do Marítimo

"É verdade que foi um erro individual, mas faz parte do jogo. É verdade que não podemos cometer erros desses. Quando erras é uma coisa, mas faz parte do jogo, da profissão deles. A minha confiança neles [Otamendi e Vertonghen] é a mesma que tínhamos quando os fomos buscar. Esteve [Otamendi] sempre bem no jogo, só esteve mal naquela decisão. Foi grave, porque deu golo, mas o resto do jogo apresentou qualidade e voz de comando. A minha experiência diz-me para perceber com mais facilidade estes erros individuais. Para mim é mais grave um jogador meu errar no que quero taticamente, do que tecnicamente... Aí cobro, mas aqui não".

Everton disse que fez a sua melhor exibição pelo Benfica

"Não concordo. Para mim já fez melhores jogos. Ainda não foi o Everton do Grémio e da seleção brasileira. Conheço-o melhor do que você, pois estive no Brasil. Ele faz muitos golos assim. Nos últimos dois anos fez 18 e 20 golos. Hoje esteve mais inteiro o jogo todo, mas ainda vai proporcionar grandes alegrias."