Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Pizzi, a covid-19 e um alerta ao país: "Acho que temos de meter a mão na consciência, ter mais consciência do que andamos a fazer"

Ainda antes de comentar a derrota que o Benfica sofreu esta quarta-feira nas meias-finais da Taça da Liga, frente ao Sp. Braga (2-1), Pizzi deixou uma chamada de atenção ao país, numa semana complicada para o Benfica, com muitos infetados com covid-19

Tribuna Expresso

Carlos Rodrigues/Getty

Partilhar

Covid-19

"Queria começar por mandar um abraço a todos no Benfica, jogadores e staff, que estão a passar um momento complicado. Eu também já passei por ele. Acho que temos de meter a mão na consciência, estamos a passar uma fase difícil e temos de ter mais consciência do que andamos a fazer"

O jogo

"Não foi o desfecho que queríamos. Entrámos bem e sofremos um golo sem o Sp. Braga ter criado muitas oportunidades e acabámos por empatar ao intervalo e mais uma vez no inicio da 2.ª parte, duas bolas paradas seguidas, dois momentos em que estivemos desconcentrados e sofremos o 2-1. Depois houve uma reação nossa, mais com o coração do que com a cabeça. Ainda tivemos oportunidades, mas não conseguimos. Há que levantar a cabeça e olhar para o que aí vem mas estamos tristes"

Preparação difícil

"Não nos vamos agarrar a isto, aqui no Benfica não há desculpas. Mas há que admitir que a preparação não foi a mesma. Tivemos de trabalhar em grupos separados, muita dificuldade na preparação e isso afeta. É uma situação muito difícil para todos e para um grupo de trabalho ainda mais. Mas não nos vamos agarrar a esses casos e dar os parabéns a toda a rapaziada, até aos que têm jogado menos. Ainda temos muito para ganhar"