Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Benfica

E agora sem guarda-redes: Vlachodimos testa positivo à covid 19 no Benfica (e Everton também)

A informação foi avançada pelo jornal "Record" e confirmada à Tribuna Expresso por fonte oficial do clube. Além do guarda-redes, também Everton testou positivo, elevando para 10 o número de indisponíveis para o jogo de segunda-feira, contra o Nacional

tribuna expresso

Carlos Rodrigues - UEFA/Getty

Partilhar

O número de jogadores infetados por covid-19 no Benfica continua a crescer. A informação foi avançada pelo jornal "Record" e confirmada à Tribuna Expresso por fonte oficial do emblema da Luz: o guarda-redes Vlachodimos testou positivo num último rastreio efetuado pelo clube, elevando para 10 o número de indisponíveis para o jogo com o Nacional (segunda-feira, 17h30).

Porque, além de Vlachodimos, o Benfica informou, posteriormente, que Everton também testou positivo.

A indisponibilidade de Vlachodimos, por outro lado, acentuará as dificuldades que Jorge Jesus terá em montar uma equipa competitiva, visto que, agora, os encarnados se encontram sem os habituais titulares no centro da defesa, nas laterais e também sem o guardião número 1 e número 2, pois Helton Leite já havia testado positivo.

Espera-se que Miles Svilar assuma o lugar (o belga já esteve infectado em setembro) e que Fábio Duarte (da equipa B) siga para o banco de suplentes.

Contabilize os jogadores infectados: Vlachodimos (guarda-redes), Everton (extremo) Helton Leite (guarda-redes), Diogo Gonçalves (defesa-direito, extremo), Gilberto (defesa-direito), Vertonghen (central), Waldschmidt (médio ofensivo), Grimaldo (defesa-esquerdo), Otamendi (central) e Nuno Tavares (defesa-esquerdo).

*Artigo atualizado às 11h15 com o teste positivo de Everton