Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Jorge Jesus: “O Darwin não esteve cá hoje. Não podes sofrer golos como este. Não podes, não. Não deves”

O treinador do Benfica abordou o empate com o Nacional (1-1) numa flash interview à BTV. Falou das ausências, não se quis desculpabilizar com elas, pois os jogadores que jogaram fizeram o "suficiente para ganhar"

Tribuna Expresso

Jorge Jesus, treinador do Benfica, que parece pouco preocupado com o que se passa à sua volta. “É para o lado que dorme melhor”

JOSEP LAGO

Partilhar

A análise

“Bom, perdemos os dois pontos, fizemos um jogo, nos primeiros minutos entrámos bem, marcámos dois golos, um não contou. A equipa teve alguma qualidade dinâmica durante o jogo, principalmente durante a primeira parte. Nos últimos 15 minutos da 1.ª parte começámos a perder bolas, a bola chegava aos avançados e perdíamos a bola. Isso carrega fisicamente a equipa e tira confiança O Nacional teve um remate e fez um golo, mas o futebol é isto. Nós estamos a ser penalizados sempre; defensivamente, estivemos quase sempre bem, o Nacional quase não fez contragolpes. Não podes sofrer golos destes. A inexperiência paga-se caro. Independentemente de tudo, os jogadores tiveram compromissos, correram, lutaram. Não conseguimos marcar, estamos tristes, mas temos de continuar a trabalhar e a recuperar a equipa, de forma a que a equipa tenha mais soluções. Hoje, com estes problemas todos, teve um rendimento aceitável e jogou o suficiente para ganhar o jogo. O Darwin hoje não esteve cá, anda ali com um problema e durante o jogo ressentiu-se.”

O penálti não assinalado

“Mão? Não há um penálti a favor do Benfica, mas não me quero desculpar com isso. Criámos as oportunidades suficientes para marcar. Mas, independentemente disso, estás a ganhar 1-0, contra uma equipa controlada, não podes sofrer um golo destes. Não podes, não. Não deves.”

A covid

“A covid não é só ter os jogadores parados em casa, é demorar a recuperar a forma. Os jogadores que jogaram hoje fizeram tudo para ganhar o encontro. Agora, não é uma equipa muito experiente. Há ali alguma juventude que, nos momentos decisivos, treme. Fomos penalizados por esses motivos.”