Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Benfica

João de Deus: "Aproveito para dedicar esta vitória ao míster. O míster não facilita e o trabalho estava todo preparado previamente"

As declarações de João de Deus à TVI24, após a vitória do Benfica sobre a BSAD, por 3-0, nos quartos de final da Taça de Portugal

Tribuna Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

A falta de Jorge Jesus

"Aproveito já para, em nome do grupo, dedicar esta vitória ao míster, ao nosso presidente, e a todos os profissionais do Benfica que não puderam estar presentes no local de trabalho por motivos que vocês conhecem. As dificuldades? Vou repetir o que disse no Brasil. É sobretudo por não ter a figura do meu chefe, a pessoa para quem olhamos e sentimos o conforto de estar ali a nossa referência. Mas nestas coisas o míster não facilita e o trabalho estava todo preparado previamente. Agradeço-lhe porque ele não abdica de fazer toda a esta preparação e dá-nos conforto. Vencemos com qualidade, numa vitória inequívoca de uma equipa superior, hoje com a felicidade de contar com mais alguns jogadores que estiveram fora. Alguns até só com um treino, o de ontem, e exibiram-se a bom nível. Isso deixa-nos satisfeitos."

Jesus estará no dérbi frente ao Sporting?

"Não posso dizer absolutamente nada. Não por não querer, mas porque não sei. O departamento médico do clube é que tem de esclarecer. O que temos de fazer é o que fizemos, ir sobrevivendo no meio desta tempestade e ir a jogo com o que temos, fazendo das fraquezas, força."

Cervi de saída do clube

"O que se passou com o Cervi, tal como todos os jogadores que saíram e aqueles que entraram, é que foram imbuídos de um espírito de demonstrar competência, de querer muito uma vitória hoje, pois queríamos dedicar esta vitória a todas as pessoas que referi. Era importante para o grupo. Os meus abraços também foram porque os jogadores sentiram que fizeram o seu trabalho e estiveram à altura da exigência."