Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

"O futebol português tem de melhorar: o antijogo, os gritos, os saltos que toda a gente dá no banco, os jogadores que caem ao mínimo toque"

Jorge Jesus lançou o jogo Moreirense - Benfica (domingo, 20h15) analisando a bola nacional, o adversário, o caso Palhinha e o reforço Lucas Veríssimo

Tribuna Expresso

Octavio Passos

Partilhar

Moreirense

"É uma equipa que vem de bons resultados e está a demonstrar que está em crescimento. Vamos ter um jogo difícil, mas também sentimos que estamos a melhorar e que já somos uma equipa com outra capacidade física, muito mais competitiva e com mais intensidade. É visível nos treinos e agora nos jogos. Vamos ter um Benfica dentro daquilo que mostrámos contra o Estoril, muito mais agressivos e com muito mais velocidade tanto a defender como a atacar."

As polémicas da arbitragem

"Aquilo que disse foi que o futebol português tem de melhorar pelo antijogo, pelos gritos, pelos saltos que toda a gente dá no banco à mínima falta, por os jogadores aproveitarem qualquer contacto para cair - porque no futebol há contacto, não pode é haver agressões. Isto não tem nada a ver com arbitragens."

Redução salarial

"A única coisa que traz pressão é o ganhar. Tudo o que não seja desportivo não me compete a mim essa responsabilidade."

O 'Caso Palhinha'

"Penso que o que o Benfica fez foi apenas um pedido de esclarecimento, e eu também não sou jurista para opinar sobre o que possa ter acontecido. O que é importante é discutir aquilo que acontece no jogo e este ano há muita coisa que aconteceu que deixou umas equipas muito mais prejudicadas que outras. Não vou nem posso comentar essa situação. Isso é para quem tem competência para o fazer e não eu."

Vasco Seabra

"Foi a nossa primeira derrota foi no Bessa, frente ao mesmo treinador, mas frente a um adversário diferente e tudo é diferente. Os jogadores são outros. O que conta é o sistema usado pelo Moreirense, que lhe tem dado bons resultados e que os faz acreditar, mas claro que isso em nada vai alterar as nossas ideias. O Benfica joga sempre em função da sua ideia."

Waldschmidt e Veríssimo

"O Luca está convocado para o jogo. Esta semana fez quatro treinos e já recuperou dos problemas que vinha a ter. O Lucas Veríssimo chegou a uma semana e vai ter a sua oportunidade quando o jogo o ditar. É um jogador que, quando entrar, acreditamos na sua capacidade. Vai ter o seu momento, ainda se está a adaptar ao Benfica e à forma como o Benfica defende. Cada dia que passa dá um passo em frente, mas neste momento ainda não é a altura certa".