Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

O que é feito do € da consultoria informática e da empresa angolana? (12 perguntas que um crítico de Vieira gostaria de fazer ao presidente)

Este domingo (18h30), Luís Filipe Vieira é entrevistado pela BTV num momento particularmente complicado do clube. Vasco Mendonça gostaria de ver respondidas estas 12 questões: demagogia, Justiça, Paulo Gonçalves, investimento eleitoralista são algumas

Vasco Mendonça (Um Azar do Kralj)

Partilhar

Pediram-me que pensasse nas perguntas que faria ao atual presidente do Benfica hoje na BTV. Pensei um bocadinho, falei com os benfiquistas*, e saiu isto. Queriam o quê?

1. Há alguns anos deu uma entrevista em que dizia aos sócios e adeptos do Benfica para os perigos que o clube viveria se ficasse à mercê das decisões de um demagogo. Com base naquilo que sabemos hoje, diria que isso foi um aviso ou uma premonição?

2. Jogou-se ontem o jogo do título entre FCP e Sporting e foi tão fraquinho como se esperava. Como é possível termos ficado atrás de duas equipas que jogam tão poucochinho? Tenciona pedir desculpa aos adeptos por esta humilhação?

3. O Benfica enfrenta um dos períodos mais desafiantes em décadas, tanto do ponto de vista desportivo como em termos identitários. O clube vive hoje dividido, enfrenta as consequências financeiras de uma pandemia, e as prestações desportivas agravam as preocupações. Precisa, mais do que nunca desde que o Luís Filipe Vieira chegou ao clube, de uma direção e propósito claríssimos. Assim sendo, gostaria de saber se tem visto algumas luzes nos últimos meses e o que é que estas lhe têm dito.

4. Sei que prometeu em tempos que não sairia do Benfica sem ser campeão europeu. Foi uma força de expressão, certo?

5. Está há quase duas décadas no poder. Lembra-se de quantas vezes prometeu aos sócios e adeptos que os anos seguintes seriam de aposta em objetivos desportivos? Lembra-se do exacto momento em que descobriu que o Benfica afinal não tinha como o sucesso desportivo como desígnio prioritário? Acha que, tal como é afirmado por adeptos críticos da sua liderança, o Benfica está hoje a perder a sua identidade por culpa de um presidente que não coloca o clube em primeiro lugar?

6. Prometeu-nos responder a tudo sem ambiguidades. Pedia-lhe por isso que explicasse aos benfiquistas, sem ambiguidades, exatamente a utilização e o destino de 1.8 milhões de euros pagos a uma empresa de consultoria informática, conforme noticiado em 2018, e que não terão sido devidamente tributados, ou o valor de 1.3 milhões pagos para efeitos de promoção em Angola?

7. Temos visto muito poucas aparições suas em público, meses depois de ter sido reeleito e de se ter queixado numa entrevista que gostaria de voltar a jogar dominó com os seus amigos. Já o ouvimos falar na gratidão que os benfiquistas deveriam ter, mas nunca da gratidão que o Luís Filipe Vieira deveria ter ao Benfica. Como é viver com um fardo tão grande? Não sente que o clube já o prejudicou demais?

8. Aceitou a demissão de Paulo Gonçalves porque entendeu que este deveria concentrar esforços na sua defesa, decisão que me pareceu adequada à situação. Sei que disse que só se demitiria se fosse condenado, mas, caso apareçam novas acusações que o impliquem a si e ao Sport Lisboa e Benfica, estaria disposto a revisitar o tema e demitir-se para se poder concentrar na sua defesa?

9. Disse numa das suas últimas entrevistas que o Benfica tinha 15 jovens da formação que, em condições normais, jogando simultaneamente num clube da primeira liga, poderiam discutir o título. Consegue nomear esses quinze nomes e explicar-nos porque é que o clube da primeira liga em que esses jovens jogam não é o Benfica?

10. Disse em Setembro de 2019 que queria entregar um Benfica sem dívida e que achava que estava à beira de o conseguir. Os resultados financeiros mostram, mais uma vez, uma direção oposta à garantia que deu aos benfiquistas. Entretanto apareceu uma pandemia e, apesar de todos os avisos da conjuntura económica, com os maiores clubes da Europa a desinvestirem, decide realizar o maior investimento de sempre na equipa. Fez isso pelo Benfica ou com um fim puramente eleitoralista?

11. O que diz aos adeptos que o acusam de estar agarrado ao poder e de usar o Benfica como um escudo protetor para o proteger da justiça portuguesa?

12. Já pediu desculpa ao sócio a quem apertou o pescoço numa Assembleia Geral do clube?

*Elaborado com a ajuda de alguns garotões que muito estimo e a quem agradeço.