Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Covid-19. “Que medidas sanitárias existirão? Haverá testagem?” Benfica falha Nacionais de pista coberta e critica federação

Em causa estão as respostas "escassas e completamente inconclusivas" da Federação Portuguesa de Atletismo sobre a segurança e medidas, devido à pandemia

Lusa

Pedro Pichardo, campeão europeu de pista coberta, é atleta do Benfica

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

O Benfica anunciou esta terça-feira que não vai enviar nem a equipa masculina nem a feminina aos Nacionais de atletismo de pista coberta, no sábado e domingo, e criticou a Federação Portuguesa de Atletismo pela organização.

"O Benfica vem por este meio comunicar que as equipas seniores masculina e feminina de atletismo não marcarão presença no campeonato nacional em pista coberta. Isto porque a saúde tem de estar primeiro e ser a prioridade máxima para todos os intervenientes e envolvidos numa organização desta dimensão", escrevem as 'águias', em comunicado.

Citando respostas "escassas e completamente inconclusivas" da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) às preocupações dos 'encarnados', em torno da segurança e medidas em vigor nos Nacionais de clubes em pista coberta, devido à pandemia de covid-19, lembram que é preciso respeitar o novo confinamento geral e promover "boas práticas" para minimizar possíveis contágios.

"Continuamos sem saber que medidas sanitárias existirão para todos os envolvidos; haverá testagem, por exemplo?", questiona o clube lisboeta, que critica ainda o facto de "não estar claro em que moldes se desenrolará a competição".

O Benfica acha ainda "completamente desajustada" a data escolhida, por se seguir aos Europeus de pista coberta, que terminaram no domingo, lembrando que o clube estará ausente pela falta de testagem e medidas adequadas.

Os 'encarnados' tiveram sete dos 16 atletas portugueses presentes nos Europeus, que decorreram em Torun, na Polónia, com destaque para Pedro Pablo Pichardo, campeão no triplo salto (17,30 metros), Francisco Belo, quarto no lançamento do peso, com recorde nacional (21,28 metros), e Samuel Barata, que bateu o seu recorde pessoal nos 3.000 metros (7.53,39 minutos).

"Infelizmente, não nos parece realista acreditar que se criem e apliquem normas sanitárias eficazes e rigorosas em tempo útil para todos os competidores, a poucos dias da data definida", sustentam.

A 28.ª edição dos Nacionais de clubes de atletismo em pista coberta está marcada para sábado e domingo, na Expocentro, em Pombal, onde vão decorrer a maioria das provas de pista e o concurso de salto com vara, e no Centro de Alto Rendimento (CAR) do Jamor, em Oeiras, palco das competições de lançamentos, salto em altura, comprimento, triplo salto e 60 metros (planos e barreiras).

O tricampeão Benfica, que soma 10 títulos nacionais 'indoor' em masculinos, contra 17 do Sporting, abdicou em 2020 da presença na competição feminina, que os 'leões' venceram pela 25.ª vez, a 10.ª consecutiva - os 'encarnados' venceram a primeira edição em 1994 e o FC Porto em 2010.

O emblema das 'águias' foi o segundo clube com mais participantes (39) nos Nacionais absolutos em pista coberta que decorreram em Braga, em 13 e 14 de fevereiro, então só superado pelo Sporting (51).