Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

"Quando o meu sonho depende dos outros, eu não sonho"

As declarações de Jorge Jesus no final do jogo com o Nacional em que o Benfica venceu por 3-1

HOMEM DE GOUVEIA/Lusa

Partilhar

Jogadores não perceberam

"Na primeira parte sofremos um golo de canto. Entrámos completamente desfocados do jogo. Não estou a falar tecnicamente. Taticamente, os jogadores que lancei não perceberam o que estavam a fazer lá dentro. Ao intervalo falámos e ajustámos as ideias. Os jogadores que entraram mudaram o jogo, principalmente o Everton e o Darwin."

Algo de diferente

E, depois, o menino [Gonçalo] Ramos... precisávamos de um jogador com características diferentes, como ele tem. A equipa estava a chegar com facilidade à área, mas só tinhamos o Seferovic. Disse como é que ele tinha de se posicionar. Fez dois golos e a equipa teve coragem, alma e crença. É isso que também tem caracterizado esta equipa."

Mais pontos

"Se ganharmos dos últimos jogos, o Benfica é a equipa que fez mais pontos na segunda volta. Isso prova o que foi a nossa primeira volta e o que tem sido a segunda."

Mudanças

"Entrámos num 4x4x2. Tivemos dificuldades na largura no nosso lado esquerdo. O Cervi não deu largura ao jogo e o Luca [Waldschmidt] também não. Na segunda parte falámos e dissemos o que tínhamos de fazer para mudar."

Sem sonhar

"É importante ganhar ao Sporting como era ganhar hoje ao Nacional. Independentemente de ter perdido o seu primeiro objetivo, de ser campeão. Esta segunda volta é completamente diferente, mas por muito que queiramos não podemos alterar as coisas nestes dois jogos. Eu vou atrás do sonho quando vejo que o meu sonho depende de mim. Mas quando o meu sonho depende dos outros, eu não sonho. E, neste momento, eu não sonho com essa possibilidade."