Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Jesus: "Este jogo foi um espetáculo que deveria ter aqui 60 mil pessoas para ser ainda mais emocionante"

As declarações de Jorge Jesus na flash interview da BTV, após a vitória do Benfica sobre o Sporting (4-3), na penúltima jornada da Liga 2020/21

Tribuna Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

A vitória

"Primeiro dou os parabéns as três equipas mas principalmente ao Benfica e também ao Sporting porque este jogo foi um espetáculo que deveria ter aqui 60 mil pessoas para ser ainda mais emocionante. Foram duas equipas a olhar para a frente, a querer ganhar. O Benfica entrou muito forte, fez o 3-0 e começa a acreditar que já não era preciso outro momento de jogo, que era fechar os espaços na perda de bola. Aí sofremos o 3-1. O Sporting acreditou que podia entrar no jogo mas conseguimos logo a entrar fazer o 4-1. Nós não sabemos defender resultados. Ainda não consegui meter na cabeça de alguns jogadores como conseguimos controlar com bola o jogo. No 4-1 já não estás à procura do resultado e tens de saber gerir e esperar que apareça uma situação.

A equipa do Sporting acreditou sempre, fez o 4-2, o 4-3, as coisas ficaram mais complicadas mas depois se tem de haver um golo é o 5-3 e não o 4-4. Parabéns aos jogadores do Benfica que fizeram uns primeiros 45 minutos espetaculares, com grandes golos e grandes jogadas. E ganhámos, que era o grande objetivo. Podíamos ter ganhado por mais mas tens de dar mérito ao Sporting, jogadores com muita classe a saber finalizar. Parabéns a todos pelo jogo. Agora falta um jogo antes da final da Taça. Mais uma vitória que nos põe numa segunda volta muito forte."

Os colegas estavam a tentar servir Seferovic para marcar e Jesus não gostou

"É exatamente isso. Nós ainda temos jogadores que a ganhar 4-1 não sabem jogar para defender o resultado, é como se estivesse 0-0 ou a perder. Eu tenho de ensinar e estou a ensinar esse pensamento. Foi por isso, não era preciso correr esse risco de perder o passe e levar o 4-2."

Gabriel entrou e ficou condicionado logo a seguir com um amarelo

"O Gabriel com o amarelo começou a ter medo. O Diogo já não estava com capacidade para segurar o Jovane, estava com um problema físico mas ele não queixava, estranhei o andamento dele, mas isto não anda? No fim ele disse que estava cheio de dores na virilha mas não disse nada. O importante foi ganhar".

Os adeptos apoiaram a equipa no Seixal

"Significa muito. Nós jogamos para os adeptos. Não são sacrifícios, porque os jogadores e treinador não fazem sacrifícios, fazem o que lhes compete. Este ano não sendo campeões os adeptos podiam estar contra a equipa mas não estão, estão a dar-nos carinho. Eles perceberam o que aconteceu à equipa em janeiro [covid-19]. Os jogadores ficam mais confiantes com o carinho dos adeptos. Quero agradecer aos adeptos porque isto normalmente só se vê quando se ganha."