Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

João Noronha Lopes distancia-se de ação contra Luís Filipe Vieira: "Os problemas devem resolver-se dentro de casa"

Candidato vencido das últimas eleições do Benfica assume ser "amigo e familiar" de Jorge Mattamouros, autor da ação judicial que visa afastar Luís Filipe Vieira da presidência do clube, mas diz que esse não é o caminho que preconiza "para resolver os temas do presidente e futuro do Sport Lisboa e Benfica"

Tribuna Expresso

TIAGO PETINGA/LUSA

Partilhar

Visado no comunicado com que a direção do Benfica respondeu à ação judicial da autoria de Jorge Mattamouros, que pretende a destituição de Luís Filipe Vieira da presidência do Benfica, João Noronha Lopes distanciou-se do caminho escolhido pelo sócio.

Num texto colocado nas redes sociais, o candidato derrotado nas últimas eleições do Benfica assume que Mattamouros é seu "amigo e familiar", mas que a sua ligação ao advogado termina aí.

"Respeito a decisão do autor enquanto benfiquista livre e independente, mas distancio-me sem hesitações do rumo escolhido”, pode ler-se no comunicado.

“Não é esse o caminho que preconizo para resolver os temas do presidente e futuro do Sport Lisboa e Benfica. Tal como milhares de outros benfiquistas, defendo que muita coisa deve mudar no clube, e serei sempre um proponente ativo dessa mudança. No entanto, acredito que os problemas devem resolver-se dentro de casa, com a participação ativa dos sócios”, diz ainda Noronha Lopes, que deixou ainda uma alfinetada à reação da direção do Benfica às notícias da entrada em tribunal da ação judicial contra Vieira.

“Registo a celeridade com que a direção do Sport Lisboa e Benfica reagiu a este tema. Lamento que tal não tenha acontecido durante a última época desportiva em relação a muitos outros temas que justificavam a defesa do superior interesse do clube”, rematou.

Nas eleições de outubro último, João Noronha Lopes conseguiu 34,71% dos votos.