Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Mais do que um clube: negócios em cadeia

Vieira, José António dos Santos e Bruno Macedo têm um ponto de ligação: o Benfica. Fora do futebol têm vários outros negócios

Miguel Prado

NUNO FOX/LUSA

Partilhar

O lema histórico do Barcelona é o que se pode traduzir como “mais que um clube”. Mas não estamos em Espanha. Os negócios acontecem em Portugal e o Benfica é o ponto central numa investigação que na verdade é sobre muito mais que um clube. Fora das quatro linhas foram sendo cozinhados ao longo de anos um conjunto de negócios envolvendo Luís Filipe Vieira e Bruno Macedo, por um lado, e Vieira e José António dos Santos (o “rei dos frangos”), por outro.

Comecemos por Bruno Geraldes de Macedo. O advogado e empresário, detido esta semana, tem a sua base em Braga. É dono da BM Consulting, que se dedica à intermediação de negócios no futebol e que em 2019 faturou 4,8 milhões de euros. A BM detém 80% da Yes Sports (Bruno controla mais 10% e a sua mulher outros 10%), firma criada em 2017 e que em 2019 faturou 2,15 milhões. Já em 2020, a Yes Sports intermediou a aquisição do jogador Darwin Nuñez pelo Benfica (foi a contratação mais cara de sempre das águias, 24 milhões de euros).