Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Benfica

Rui Costa: "Sei o que os benfiquistas esperam de mim. Serei sempre um de vocês. Estes são tempos desafiantes, mas não de divisões"

Numa comunicação sem direito a perguntas dos jornalistas, o novo presidente do Conselho da direção e da SAD do Benfica disse, em pleno relvado do Estádio da Luz para carregar no simbolismo - "onde vivi os melhores momentos da minha vida" -, Rui Costa apelou à união dos adeptos e sócios, garantiu que saberá "ouvir os benfiquistas" e sublinhou que colocará "os interesses do clube à frente de qualquer um que apareça"

Diogo Pombo

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Partilhar

Com os pés na relva onde tantas vezes cravou os pitons das chuteiras, colado ao limite do campo e protegido por um pequeno púlpito, Rui Costa surge encasacado, encamisado e engravatado no Estádio da Luz e, pela primeira vez, enquanto presidente do Benfica.

Este é o ato mais recente no olho do furacão que torneia o clube desde quarta-feira. Surge após a detenção de Luís Filipe Vieira, as pernoitas deste em instalações da PSP, as sessões de interrogatório e a suspensão das funções do próprio, decididas pelo próprio e após o próprio - tal como confirmado pelo Benfica - designar Rui Costa para pisar aquele relvado ao início da noite desta sexta-feira.

O discurso de Rui Costa:

"Sou, a partir de hoje, presidente do Sport Lisboa e Benfica na exata medida dos Estatutos do clube. Assumo esta liderança com o mesmo orgulho, a mesma paixão e o mesmo compromisso com que vesti pela primeira vez a camisola do nosso Benfica. Decidi fazer a minha apresentação enquanto presidente no meio do relvado onde, com a nossa camisola, vivi os momentos mais felizes da minha vida.

Sei a responsabilidade que hoje assumo, sei o que os benfiquistas esperam de mim, sei o que os benfiquistas esperam de quem está nesta posição, e tudo darei de mim para que o clube seja cada vez maior. São tempos desafiantes, mas não são tempos de divisões, são tempos de nos unirmos em prol do que é mais importante, o Sport Lisboa e Benfica.

As nossas prioridades hoje são a preparação das épocas desportivas, quer do futebol, quer das modalidades, e temos de o fazer com a maior das ambições. Este será sempre o meu foco e o meu lema: ganhar.

Quero também transmitir uma mensagem de confiança aos nossos colaboradores, parceiros, comerciais, financeiros, mas, acima de tudo, aos nossos sócios. E o mesmo, enquanto presidente da SAD, aos nossos obrigacionistas, que continuaremos a honrar, como sempre fizemos até aqui, os nossos compromissos.

Saberei ouvir as mensagens dos benfiquistas, pondo sempre os interesses do clube à frente de qualquer um que apareça, serei sempre um de vocês. Quero um Benfica forte, um Benfica unido, e trabalharei diariamente para que isso aconteça. Viva o Benfica. Boa noite".

"Em breve, iremos ter tempo para conversar e analisar a situação atual do clube, ok?", disse Rui Costa, voltando atrás depois de uns parcos passos para lá do púlpito.