Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Magalhães e Silva: "Quando disse a Vieira o que se tinha passado no Benfica a exclamação dele foi: 'fizeram isso?'”

Numa entrevista à TVI, o advogado de Luís Filipe Vieira confirmou que o seu cliente não escondeu "a amargura" quando foi informado das mudanças na direção do Benfica após a sua detenção

Tribuna Expresso

ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Partilhar

Manuel Magalhães e Silva, advogado de Luís Filipe Vieira, confirmou esta segunda-feira numa entrevista à TVI que o seu cliente ficou "amargurado" quando soube das mudanças na direção do Benfica que aconteceram após Vieira ser detido.

"Ele só soube isso na tarde de sábado. Disse-lhe depois do fim do interrogatório e a exclamação dele foi: 'fizeram isso?'. Mais nada. Com um ar de amargura disse: 'fizeram isso?'. Depois deixei-o um bom tempo sossegado para ele digerir a situação", disse o advogado na entrevista, onde mais uma vez disse não ter "sombra de dúvidas" que o seu cliente é inocente das acusações feitas pelo Ministério Público.

Magalhães e Silva disse ainda que Vieira "suspendeu as suas funções e quando entender retomá-las nada o impede de o fazer". Ainda que esteja proibido de contactar com a administração da SAD encarnada, o jurista diz que é algo em que Vieira "está a ponderar".

"Será ele que terá de decidir isso", frisou.

Durante a entrevista, Magalhães e Silva afirmou ainda que o que está descrito na acusação do MP quanto a contratos desportivos são "atividades económicas normais".

"Não está dito em qualquer momento no despacho do Ministério Público que haja qualquer irregularidade nos contratos relativos à aquisição de jogadores", disse.