Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

A Volta a Espanha do próximo ano vai andar por estradas portuguesas

Os municípios de Porto e Matosinhos confirmaram esta terça-feira que a região vai receber o final de uma das etapas da Vuelta, que deverá ter ainda mais uma tirada com início em Viseu e uma possível passagem na Torre. Será o regresso da prova a Portugal, que recebeu as três primeiras etapas da edição de 1997

Lusa e Tribuna Expresso

Justin Setterfield/Getty

Partilhar

As cidades do Porto e de Matosinhos vão receber o final de uma etapa da Volta a Espanha em bicicleta de 2020, anunciaram esta terça-feira os dois municípios em comunicado.

A 3 de setembro, a Vuelta vai terminar na zona do Douro, com a meta a ser denominada "Porto/Matosinhos" e com passagens pelas praias de Leça e pelo interior da cidade de Matosinhos, terminando na Avenida Montevideu, junto à praia do Homem do Leme, no Porto.

A etapa, que terá partida da Galiza, será a primeira de duas em território português, de uma edição de 2020 da Volta a Espanha que vai começar na Holanda.

De acordo com a agência EFE, no dia seguinte a corrida, uma das três grandes voltas do calendário, deverá retomar numa etapa com partida em Viseu e que terminará já em território espanhol, em Cuidad Rodrigo, tirada essa que poderá contar com uma passagem pelo alto da Torre, um ponto que poderá ser importante para as contas finais da prova já que o final da Vuelta está marcado para dia 6 de setembro, portanto, apenas dois dias depois.

Com a oficialização da meta na zona do Porto, confirma-se assim o regresso de Portugal à Vuelta: em 1997, a prova começou em Lisboa, teve ainda uma etapa entre Évora e Vilamoura e abandonou o território nacional à 3.ª tirada, entre Loulé e Huelva.