Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

Trek-Segafredo afasta ciclista Quinn Simmons por tweet de apoio a Trump

A equipa explica que embora dê valor "à liberdade de expressão", não deixa de "responsabilizar as pessoas pelas suas palavras e ações", pelo que vai "trabalhar com Quinn para ajudar a compreender o tom de conversação apropriado que um atleta deve manter", em vez de juntar "a conversações divisivas"

Lusa e Tribuna Expresso

Tim de Waele/Getty

Partilhar

A equipa norte-americana Trek-Segafredo anunciou ter afastado "até nova comunicação" o ciclista norte-americano Quinn Simmons, após este publicar um ‘tweet' de apoio ao presidente, Donald Trump, comentários considerados "divisivos e incendiários".

Em comunicado, a Trek dá conta da medida tomada, pelos seus valores de "inclusão e de desporto mais diverso e igualitário para todos os atletas", afastando o jovem de 19 anos, atual campeão do Mundo júnior.

Simmons respondeu a um comentador de ciclismo na rede social Twitter, que criticava Trump, com uma mão a acenar, identificando-o como apoiante de Trump perante a conversa que se desenrolou, utilizando a imagem de uma mão com tom de pele negra.

Quando o identificaram, nessa conversa, como apoiante, Simmons confirmou, gerando uma discussão naquela rede social que se arrastou até à Trek, empresa de bicicletas que já tinha sido criticada pelo uso daqueles veículos como arma de arremesso pela polícia contra protestantes.

A Trek-Segafredo explica que embora dê valor "à liberdade de expressão", não deixa de "responsabilizar as pessoas pelas suas palavras e ações", pelo que vai "trabalhar com Quinn para ajudar a compreender o tom de conversação apropriado que um atleta deve manter", em vez de juntar "a conversações divisivas".