Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

João Almeida mantém a camisola rosa e aumenta a diferença para o segundo classificado

No sábado, a oitava etapa liga Giovinazzo a Vieste, ao longo de 200 quilómetros, com duas contagens de montanha, uma de segunda e outra de quarta categoria, e um final em circuito

Lusa

LUCA BETTINI

Partilhar

O português João Almeida (Deceuninck-Quick Step) reforçou esta sexta-feira a liderança da Volta a Itália em bicicleta, após a sétima etapa, ganha ao `sprint` pelo francês Arnaud Démare (Groupama-FDJ), que se impôs pela terceira vez nesta 103.ª edição.

Démare, que já tinha vencido a quarta e sexta tiradas, ergueu os braços pelo segundo dia seguido, após 143 quilómetros, entre Matera e Brindisi, cumpridos em 2:47.28 horas, à frente do eslovaco Peter Sagan (BORA-hansgrohe), segundo colocado, e do australiano Michael Matthews (Sunweb), terceiro.

A classificação geral continua a ser liderada pelo ciclista português, que beneficiou de um `corte` no final para reforçar a liderança, com o holandês Wilco Kelderman (Sunweb), agora em segundo lugar, a 48 segundos, enquanto o espanhol Pello Bilbao (Astana) caiu para terceiro, a 49.

No sábado, a oitava etapa liga Giovinazzo a Vieste, ao longo de 200 quilómetros, com duas contagens de montanha, uma de segunda e outra de quarta categoria, e um final em circuito.