Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

Equipa abandona Giro depois de mais testes positivos à covid-19

À terceira ronda de testes, houve mais testes positivos na Mitchelton-Scott, que acabou por se retirar

tribuna expresso e lusa

Marco Alpozzi

Partilhar

A equipa Mitchelton-Scott anunciou esta terça-feira que vai abandonar o Giro depois de quatro membros da equipa terem testado positivo ao coronavírus.

“Infelizmente recebemos a indicação na noite de segunda-feira que temos uma série de resultados positivos entre membros da nossa equipa depois a terceira ronda de testes à covid-19. (…) Decidimos abandonar, por isso, o Giro”, informa a equipa.

“Desejamos ao resto do pelotão muito sucesso na edição do Giro deste ano e estamos a ansiosos por voltar em 2021”.

Ciclista Simon Yates testa positivo

Já no sábado, o ciclista britânico Simon Yates acusou positivo e retirou-se da competição, pouco antes do arranque da oitava etapa, tornando-se no primeiro caso de um corredor em grandes voltas.

Segundo foi revelado pela equipa australiana, o corredor britânico apresentou sintomas muito ligeiros nas horas que se seguiram à chegada da sétima etapa, em Brindisi.

O Giro, a exemplo do Tour francês, tem previsto vários momentos de deteção da covid-19, antes da corrida e nos dois dias de descanso, mas as equipas têm liberdade de elas mesmas efetuarem os seus testes como medidas suplementares de segurança, após surgirem os primeiros indícios da doença.