Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

Depois da desilusão no Tour, Primoz Roglic faz o bis na Volta a Espanha

Esloveno da Jumbo-Visma volta a vencer a Vuelta, depois do triunfo em 2019, semanas após perder a Volta a França na penúltima etapa. A última tirada da Vuelta foi ganha ao sprint pelo alemão Pascal Ackermann

Lusa e Tribuna Expresso

Justin Setterfield/Getty

Partilhar

O esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) confirmou hoje o triunfo na 75.ª edição da Volta a Espanha em bicicleta, que já tinha conquistado em 2019, após a 18.ª e última etapa, ganha pelo alemão Pascal Ackermann (BORA-hansgrohe).

No último dia de corrida, que não causou diferenças nos primeiros lugares da geral, Roglic confirmou o segundo triunfo na Vuelta em duas participações, e, aos 31 anos, volta a vencer uma grande Volta, com 24 segundos de vantagem para o equatoriano Richard Carapaz (INEOS), segundo, e 1.15 minutos para o britânico Hugh Carthy (Education First), terceiro.

A vitória vem de alguma forme amenizar a dor do esloveno, que perdeu a Volta a França, onde era favorito, na penúltima etapa, ao ser ultrapassado no último contrarrelógio pelo compatriota Tadej Pogacar.

A última tirada, de 139,6 quilómetros entre Hipódromo de la Zarzuela e Madrid, foi ganha ao ‘sprint’ por Ackermann, que cumpriu a distância em 3:28.13 horas, batendo sobre a meta o irlandês Sam Bennett (Deceuninck-QuickStep), segundo, e o também alemão Max Kanter (Sunweb), terceiro.