Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

Volta a Itália. João Almeida "superfeliz" com quarto lugar na primeira etapa

O Giro arrancou com a vitória do italiano Filippo Ganna (INEOS)

Lusa

Tim de Waele

Partilhar

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) disse estar "superfeliz" com o quarto lugar na primeira etapa da Volta a Itália em bicicleta, que arrancou este sábado com a vitória do italiano Filippo Ganna (INEOS).

"Foi bom voltar com um bom resultado. Estou super feliz por ter feito um bom tempo em relação aos outros candidatos à geral. Vamos continuar", declarou, após a performance na cidade de Turim.

Filippo Ganna, que já tinha começado o Giro de 2020 desta forma, cumpriu a distância de 8,6 quilómetros, em Turim, em 8.47 minutos, à frente de dois ciclistas da Jumbo-Visma, o italiano Edoardo Affini, segundo, a 10 segundos, e o norueguês Tobias Foss, terceiro, a 13.

Almeida, quarto em 2020, num ano em que liderou durante 15 dias seguidos, registou o quarto melhor tempo e está agora a 17 segundos do primeiro camisola rosa, e o primeiro entre os candidatos à geral final.

Questionado sobre se pode voltar à liderança da prova, o português não abriu o jogo. "Porque não?", atirou.

Para o luso de 22 anos, "tudo é possível e pode acontecer muita coisa", mas a formação belga, que lidera, está "numa boa posição e com uma equipa muito forte".

De resto, se arrebatar a camisola rosa, pode igualar o italiano Vincenzo Nibali (Trek-Segafredo), duas vezes vencedor, como o participante com mais dias de camisola rosa vestida, uma vez que tem já 15, contra 16 do veterano.

Em 2020, foi quarto classificado na geral final, depois desses 15 dias seguidos de maglia rosa no corpo.