Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ciclismo

Detida a mulher que provocou queda grave na 1.ª etapa do Tour

De acordo com a rádio francesa "RTL", a mulher foi identificada e colocada sob custódia pela polícia de Landerneau

Tribuna Expresso

Anne-Christine Poujoulat / POOL/EPA

Partilhar

A mulher que provocou uma multitudinária queda no pelotão da Volta a França, durante a primeira etapa, foi detida pela polícia da localidade francesa de Landerneau. A informação foi avançada pela rádio "RTL". A espectadora segurava um enorme cartaz com uma mensagem e na tentativa de aparecer nas câmaras acabou por se aproximar da estrada, provocando o caos.

Tony Martin, da Jumbo-Visma, foi o primeiro a cair, provocando um efeito dominó no pelotão, com quase todos os ciclistas a irem ao chão. Muitos ficaram maltratados e Jasha Sutterlin (DSM) foi mesmo obrigado a desistir.

Após o acidente, as autoridades francesas anunciaram que procuravam a mulher por esta ter "deliberadamente violado as regras de segurança e provocado ferimentos que podem impedir algumas das vítimas de trabalhar durante três meses". A polícia revelou ainda que a mulher terá fugido depois de ter causado a queda.

A mulher poderá ter de pagar uma multa na ordem dos 1500 euros mas, de acordo com a "RTL", o valor pode aumentar se os ciclistas envolvidos apresentarem queixa.