Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ciclismo

Volta a Portugal. Amaro Antunes repete vitória de 2020

Ciclista da W52-FC Porto ainda sofreu, mas defendeu com sucesso o título conquistado na edição especial do ano passado. Maurício Moreira (Efapel) ficou a 10 segundos e Alejandro Marque a 1.23m

Lusa e Tribuna Expresso

NUNO VEIGA/LUSA

Partilhar

O português Amaro Antunes (W52-FC Porto), vencedor em 2020, conquistou este domingo a 82.ª edição da Volta a Portugal em bicicleta, após a 10.ª e última etapa, um contrarrelógio de 20,3 quilómetros em Viseu, ganho pelo português Rafael Reis (Efapel).

Antunes terminou a Volta com 10 segundos de avanço sobre Maurício Moreira e 1.23 minutos sobre o espanhol Alejandro Marque (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel). Na derradeira etapa, Moreira, que partia com um atraso de 42 segundos para o ciclista da W52-FC Porto, ainda ameaçou roubar a camisola amarela, mas uma queda durante o contrarrelógio acabou com as esperanças do uruguaio.

Para conquistar a quarta vitória de etapa nesta Volta, Rafael Reis gastou 25.24 minutos, menos 12 segundos do que o uruguaio Maurício Moreira (Efapel) e 41 do que o alemão Juri Hollmann (Movistar)