Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Sucedem-se os adiamentos no MotoGP. Um dia depois do GP Américas, agora é a vez do GP Argentina

O GP Argentina, que deveria marcar o arranque da temporada para o MotoGP a 19 de abril, foi adiado para 22 de novembro, culpa do surto do novo coronavírus

Tribuna Expresso

JUAN MABROMATA/Getty

Partilhar

Em apenas 24 horas, a organização do Mundial de motociclismo viu-se obrigada a mudar duas das provas do calendário. Desta vez é o GP Argentina, que deveria marcar o arranque da temporada para o MotoGP a 19 de abril, mas que foi adiado esta quarta-feira para 22 de novembro. Na terça-feira, o GP Américas havia sido mudado de 5 de abril para 15 de novembro.

Isso significa que o GP Valência, última prova do Mundial, passará de 22 de novembro para uma semana mais tarde, a 29 de novembro. E significa ainda que as três últimas provas do calendário se vão disputar em semanas consecutivas.

Com tudo isto, o Mundial de MotoGP poderá só arrancar a 3 de maio, no GP Espanha, em Jerez.

Estará ainda em cima da mesa a possibilidade de acontecer uma prova antes de maio, mas a Dorna, responsável pela organização do Mundial, ainda não confirmou a informação.