Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Depois do GP Austrália, GP Bahrain e GP Vietname são adiados. Temporada deverá começar na Europa

Surto da Covid-19 leva organização da F1 a riscar as provas asiáticas, entre as quais a primeira edição do GP Vietname

Lídia Paralta Gomes

Dan Istitene/Getty

Partilhar

Depois do impasse de horas vivido em Melbourne, com o GP Austrália a ser cancelado a apenas duas horas do início dos primeiros treinos livres, a Liberty, organizadora da F1, não perdeu muito mais tempo a adiar as próximas provas do calendário, o GP Bahrain, que deveria realizar-se a 22 de março, e o GP Vietname, marcado para 5 de abril. O GP China, que se seguiria à prova de Hanói, já há muito havia sido adiado.

A temporada 2020 de F1 deverá assim começar na Europa, algo que não acontece desde os anos 60. Em comunicado, a organização diz acreditar que é possível começar a temporada "no final de maio", mas face "ao grande aumento de casos do Covid-19 na Europa nos últimos dias, a situação será regularmente analisada".

Ora, caso a temporada só arranque mesmo no final de maio, isso quer dizer que, desde já, há várias provas europeias em risco, já que o GP Holanda, de regresso ao calendário, está marcado para 3 de maio e o GP Espanha para dia 10 do mesmo mês. Segue-se o GP Mónaco, a 24 de maio.