Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Não há público, mas vai haver final da Superliga indiana

A dúvida agora é saber se depois do campeonato a Taça vai também realizar-se. Na Arábia Saudita há 10 dias que os jogos são à porta fechada

Alexandra Simões de Abreu

MANJUNATH KIRAN

Partilhar

A Índia, onde o treinador português Jorge Costa lidera o Mumbai City, tem até à data 74 casos positivos de coronavírus, e Nova Deli já tinha decretado no início da semana o fecho de escolas, cinemas e teatros.

No entanto, a Superliga mantém agendada a sua final para as 14h (locais) de sábado, entre o Atlético de Kolkata e o Chennaiyin, no Salt Lake Stadium. Não há registo de nenhum jogador infetado.

Mantém-se também agendada a realização da Taça, que tem a duração aproximada de um mês, num sistema “mata-mata”, mas a Tribuna Expresso sabe que já está em cima da mesa a possibilidade de ser cancelada, sem adiamento.

Na Arábia Saudita, há 10 dias que os encontros se realizam sem público. Está prevista uma paragem no próximo dia 20 de março, isto se até lá não houver indicações para a suspensão do campeonato.