Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

"Estou comovido com a mensagem cheia de compaixão, Cristiano". O diretor-geral da OMS já respondeu a Ronaldo

Tedros Adhanom Ghebreyesus viu a mensagem que o capitão da Seleção Nacional deixou nas redes sociais e agradeceu o apoio de Ronaldo numa altura em que o planeta luta contra a propagação do vírus da covid-19

Tribuna Expresso

Daniele Badolato - Juventus FC/Getty

Partilhar

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), retribuiu a mensagem que Cristiano Ronaldo deixou nas redes sociais, em que apelou a todos para que seguissem as recomendações da OMS no combate à propagação do novo coronavírus.

"Estou comovido com a mensagem cheia de compaixão, Cristiano. Proteger todas as vidas da Covid-19 deve ser a nossa maior prioridade. A Organização Mundial de Saúde agradece a tua solidariedade. Também tenho os meus pensamentos com o Daniele Rugani e com todas as outras pessoas que estão a combater a Covid-19", escreveu o responsável etíope no Twitter, onde tem, nas últimas horas, desafiado várias personalidades do desporto e não só a juntarem-se ao desafio Safe Hands.

Cristiano Ronaldo está neste momento na Madeira com a família. Na sexta-feira mostrou-se "preocupado com os últimos desenvolvimentos", falando "não como jogador de futebol, mas como filho, pai e ser humano".

"Os meus pensamentos estão com todos os que perderam alguém próximo e a minha solidariedade vai para quem está a lutar contra o vírus, tal como o meu colega de equipa Daniele Rugani. Mando também o meu apoio para todos os profissionais que estão a colocar a sua própria vida em risco para ajudar outros", escreveu.