Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Jesus chorou por amigo, vítima do coronavírus. Mas, afinal, não passou de um mal-entendido

Treinador português lançou a dúvida em Portugal, onde ainda não há registos de vítimas mortais. Mais tarde esclareceu que tinha recebido um "informação desencontrada" sobre um amigo, que está, sim, em estado grave

Tribuna Expresso

NOUSHAD THEKKAYIL

Partilhar

Tudo aconteceu após a vitória do Flamengo frente à Portuguesa, para a Taça Rio. Na entrevista rápida que se seguiu ao jogo, Jorge Jesus falou do surto do novo coronavírus e revelou ter perdido um amigo em Portugal.

"Isto do coronavírus, testes à equipa, preocupações, o que é que a gente pode ter, as nossas famílias. Está a ser um problema grande dentro da estrutura do Flamengo. Sou português, sei o que se está a passar lá, já perdi um amigo em Portugal", disse o treinador português.

A declaração foi recebida com espanto em Portugal onde, apesar dos mais de 150 casos da covid-19, ainda não se registaram vítimas mortais.

Mais tarde, Jorge Jesus utilizou a sua página oficial de Instagram para esclarecer o que terá sido um mal-entendido. "Foi um dia muito triste para mim, obtive a informação desencontrada sobre a morte de um amigo querido. Na verdade, a informação correta é que ele está em estado grave no hospital", pode ler-se na nota.

"Lamento muito pelas vítimas desta tragédia mundial e solidarizo-me com as famílias das vítimas e peço a Deus pela cura dele e de todos que estejam a ser atingidos por esta pandemia da covid-19", escreveu ainda Jorge Jesus.

De acordo com o "Mais Futebol", Jorge Jesus fala de Veríssimo, massagista que trabalhava no Estrela da Amadora quando Jesus treinava o clube da Reboleira. Será um dos 10 doentes que neste momento estão em estado grave em Portugal.