Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Jogos Olímpicos de Tóquio mantêm-se: "Não é necessário tomar decisões drásticas"

O Comité Olímpico Internacional anunciou que os Jogos Olímpicos de Tóquio, que começam a 24 de julho, não serão adiados: "Não é necessário tomar decisões drásticas neste momento"

Tribuna Expresso

Clive Rose/Getty

Partilhar

O Comité Olímpico Internacional (COI) decidiu, para já, manter os Jogos Olímpicos de Tóquio tal e qual como está programado, ainda que a atividade dos atletas esteja atualmente fortemente condicionada pelo surto de coronavírus.

"Não é necessário tomar decisões drásticas neste momento", anunciou o COI, esta terça-feira à tarde, no seu site oficial, explicando que a decisão foi tomada depois de uma reunião conjunta com os organizadores.

"Esta é uma situação inédita para todo o mundo e os nossos pensamentos estão com todos os que fora afetados por esta crise. Estamos solidários com toda a sociedade e faremos tudo para conter o vírus", lê-se no comunicado, que acrescenta que também "as preparações para os Jogos Olímpicos foram impactadas e mudam todos os dias".

De qualquer modo, para já, "o COI mantêm-se totalmente dedicado aos Jogos Olímpicos e, com mais de quatro meses até ao início dos Jogos", ainda há tempo para perceber como se desenrola a situação, pelo que "qualquer especulação neste momento é contraproducente".

O COI também aproveitar para "encorajar todos os atletas a continuarem a preparar os Jogos Olímpicos de Tóquio da melhor forma que consigam".

Recorde-se que os Jogos Olímpicos de Tóquio estão marcados para 24 de julho de 2020, decorrendo até 9 de agosto de 2020.