Tribuna Expresso

Perfil

Coronavírus

Covid-19. Neville é o melhor dos patrões: nos seus hotéis “não há layoffs ou redundâncias” e os médicos podem ficar hospedados de graça

O antigo defesa-direito do Manchester United mandou os empregados das suas unidades hoteleiras para casa, garantindo-lhes o salário por inteiro durante a pandemia. Por outro lado, abriu as portas ao staff do National Healthcare System que quiser ficar hospedado, de graça

tribuna Expresso

Martin Rickett - PA Images

Partilhar

O Hotel Football é um hotel temático e o tema é obviamente o futebol. Fica perto de Old Trafford, o estádio do United, em Manchester, e os donos são Gary Neville, Phil Neville, Paul Scholes, Nicky Butt e Ryan Giggs - a ‘class of 92’, sem David Beckham. O Hotel Football tem, segundo o site oficial, 133 quartos, um campo relvado de futebol de cinco no telhado e um restaurante chamado Cafe Football.

Finalmente, o Hotel Football de Manchester, inaugurado em 2015, é o primeiro de uma cadeia de uma ideia que parece ter saído da cabeça de Gary Neville, o mais eloquente - é um extraordinário comentador desportivo - e politicamente interventivo do grupo - recentemente, chamou 'charlatão' a Boris Johnson, a propósito da resposta inglesa ao novo coronavírus.

É exatamente sobre a Covid-19 que Gary Neville veio agora falar: o antigo defesa-direito do United nos tempos gloriosos do clube revelou que o staff do National Healthcare System (sistema nacional de saúde britânico) que está impedido de ficar em casa com os seus familiares, pode ficar hospedado nos seus hóteis sem quaisquer custos. Além do Hotel Football, Neville também é dono do Stock Exchange, em Manchester.

Por outro lado, Neville também garantiu que os trabalhadores das unidades hoteleiras irão ser mandados para casa, os seus salários pagos na íntegra, e que as camas serão reconvertidas numa espécie de hospital.

Porquê? “Porque é em tempos assim que temos de ser solidários”.